Com votação expressiva, Diretoria Executiva é reeleita na Caixa Beneficente

Com 51% dos votos, a atual diretoria da Caixa Beneficente foi reeleita para presidir a instituição pelos próximos três anos. A Chapa 1-Verdade, Trabalho e Respeito pelo associado, dará continuidade no trabalho realizado nos últimos seis anos, onde foram pagos mais de R$ 13 milhões em benefícios, entre outras conquistas como a reabertura da pousada da Ilha Grande, ampliação dos serviços e a criação de diversos convênios. As urnas estiveram disponíveis para votação em 17 locais diferentes,nove a mais do que na eleição passada,distribuídas pela comissão eleitoral para facilitar o acesso dos associados.

A votação teve início às 9h e terminou às 17h, sendo o Quartel General da PMERJ o local mais procurado entre os que votaram. Embora tenha corrido tranquila, foram anotados alguns poucos incidentes como boca de urna ilegal e protesto de associados que desconhecem as restrições do regimento eleitoral e não estavam aptos a votar.

A apuração começou pouco antes das 18h no auditório do QG, no centro do Rio, sob os olhares atentos de representantes das quatro chapas inscritas. A comissão eleitoral, reunida em uma mesa, apurava as cédulas e repassava aos fiscais das chapas para confirmação do voto. Todas as cédulas foram validadas após a assinatura do presidente da comissão. Cerca de 80 pessoas acompanharam a apuração com auxílio de um telão que detalhava em números a apuração de cada uma das urnas e dava o resultado da parcial dos votos, atualizado em tempo real. A apuração começou com o resultado de cinco urnas que foi enviado via internet pelos seus presidentes de mesa à comissão eleitoral, devido a distância. Foram as seguintes: 8º BPM em Campos dos Goytacazes, 25º BPM em Cabo Frio, 30º BPM em Teresópolis, 36º BPM em Santo Antônio de Pádua e 37º BPM em Resende.

Apuração contou com um telão que mostrava em tempo real o resultado parcial da votação.

Apuração contou com um telão que mostrava em tempo real o resultado parcial da votação.

A Chapa 1 liderou desde o início e por volta das 21h foi oficialmente declarada vencedora com uma diferença de 141 votos para Chapa 2, capitaneada por Joaquim Arantes que ficou em segundo lugar.

Ainda que tenha tido maior assiduidade em algumas urnas, este número total de votos nesta eleição poderia ser melhor, uma vez que a instituição fez um grande esforço de comunicação para convocar os associados a participar do pleito eleitoral, contando inclusive com a parceria da comunicação social da PMERJ via rede social, site, jornal CBPMERJ Informa e ligações diretas para o associado, via contact center no final do ano passado. Todavia o comparecimento foi levemente superior ao processo anterior, registrando um total de 647 associados eleitores.

Comissão eleitoral realiza a apuração dos votos.

Comissão eleitoral realiza a apuração dos votos.

Houve uma expressiva assiduidade de votos nas urnas do QG, do CPP, Academia Dom João VI e no 20º BPM, em Mesquita, essas 4 urnas responderam por 52,2% dos votos. Após a apuração da urna da Academia Dom João VI, a Chapa 1 já abria 100 votos de diferença para chapa 2, que mantinha suas expectativas direcionadas na urna do 20º BPM de Mesquita para equilibrar  o resultado, que foram frustradas a medida em que iam sendo anunciados os votos apurados naquela seção eleitoral. A Chapa 1  ficou com 53,2% dos votos de lá, seguida pela chapa 2 com 21,5%, acompanhada de perto pela Chapa 4 com 20,3%. Depois de computados os votos de Mesquita, a vantagem da Chapa 1 já era de 125 votos e restavam apenas mais duas urnas: RpMont e 7º BPM que juntas somavam 82 votos e apenas confirmaram a vitória da Chapa 1. A chapa 3, do ex-presidente Jorge de Souza Lobão não obteve votos em nove seções e anotou apenas 49 votos em oito seções onde foi lembrado, ficando em último lugar na corrida eleitoral.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Era possível perceber o expressivo número de pessoas concentrado no final do auditório em apoio a Chapa 1. Atentos, anotavam voto a voto e comentavam, a todo o momento entre si, a parcial dos votos exposta no telão. No entanto, a apuração se deu em clima de tranqüilidade entre as chapas e o público presente, sem nenhum clima de desconforto. Após o resultado, Joaquim Arantes foi pessoalmente parabenizar Diretoria Executiva pela vitória e José Carlos Reis, líder da Chapa 4 se manteve presente durante todo o discurso do presidente reeleito. Já os representantes da Chapa 3, abandonaram o local antes de terminar a apuração.

Alguns associados que compareceram para votar na Chapa 1, deixaram suas mensagens de apoio ao Presidente:

“Sou muito amigo do Diretoria Executiva e do Coronel Robson. É de gestores como esses que nós associados precisamos, que honram os seus compromissos.” Disse o Tenente-Coronel Milton Correia

“Eu acompanhei o trabalho que o Diretoria Executiva realizou na CBPMERJ nos últimos anos e não poderia deixar de vir votar nesta pessoa batalhadora e que procura sempre ajudar o Policial Militar.” Comentou o Tenente Coronel Illa que votou acompanhado de sua esposa Célia.

A Caixa Beneficente é a maior instituição associativa do Estado do Rio de Janeiro com cerca de 20 mil associados.  Diretoria Executiva está à frente da CBPMERJ desde que foi eleito em 2010 e tem feito uma gestão que tem apresentado números positivos para a instituição. Em seis anos pagou cerca de R$ 13 milhões em benefícios aos associados,atendendo diretamente cerca de 10 mil vidas, equacionou as dívidas trabalhistas dos funcionários que se encontravam há anos sem férias e outros direitos que não vinham sido cumpridos pela gestão anterior. Reabriu a pousada Casa de Visita da Ilha Grande, reformou as outras pousadas, recuperou a reputação da instituição junto PMERJ, colaboradores e funcionários da Caixa Beneficente. Diretoria Executiva e sua diretoria seguirão trabalhando tendo o associado como prioridade.

Saiba o resultado da votação em cada urna

Quartel General – Centro: Chapa 1: 48,62%  Chapa 2: 25,69% Chapa 3: 12,84% Chapa 4: 11,93% Brancos /nulos: 0,92%

Academia D. João VI- Sulacap: Chapa 1: 52% Chapa 2: 28% Chapa 3: 9,33% Chapa 4: 10,67%

CPP- Comando de Polícia Pacificadora – Ramos: Chapa 1: 37,33% Chapa 2: 53,33% Chapa 3: 2,67% Chapa 4: 6,67%

3º BPM- Méier: Chapa 1: 37,84% Chapa 2: 56,76%  Chapa 4: 2,70% Brancos/nulos: 2,70%

7º BPM- São Gonçalo: Chapa 1: 38,64% Chapa 2: 18,18% Chapa 3: 36,36% Chapa 4: 6,82%

8º BPM- Campos do Goytacazes: Chapa 1: 75% Chapa 2: 12,50%  Chapa 4: 12,50%

12º BPM- Niterói: Chapa 1: 66,67% Chapa 2: 21,21% Chapa 3: 9,09% Chapa 4: 3,03%

17º BPM- Ilha do Governador: Chapa 1: 42,11% Chapa 2: 15,79%  Chapa 4: 42,11%

18º BPM- Jacarepaguá: Chapa 1: 64,52% Chapa 2: 25,81%  Chapa 4: 6,45% Brancos/nulos: 3,23%

19º BPM- Copacabana: Chapa 1: 68% Chapa 2: 20% Chapa 3: 4% Chapa 4: 8%

20º BPM- Mesquita: Chapa 1: 53,2% Chapa 2: 21,5% Chapa 3: 5,1% Chapa 4: 20,3%

25º BPM- Cabo Frio: Chapa 1: 45,45% Chapa 2: 54,55%

30º BPM- Teresópolis: Chapa 1: 75% Chapa 2: 25%

31º BPM- Recreio: Chapa 1: 56,25% Chapa 2: 37,50% Chapa 4: 6,25%

36º BPM- Santo Antônio de Pádua: Chapa 1: 91,67% Chapa 2:8,33%

37º BPM- Resende: Chapa 1: 50%  Chapa 4: 50%

9 Comentários Added

Join Discussion
  1. Felicito Vsa pela vitória no pleito eleitoral recém realizado. que DEUS o ilumine na sua gestão sobre tudo socorrendo com justiça e bondade socorro socorrendo os sócios necessitados inválidos aguardando – meu caso- há mais de dez anos o meu beneficio de3 invalidez a ser implantado…… – procedente da justiça (*em acordo) exclua a sucata de moveis velhos e computadores inclusos………) – creio ser uma determinação presidencial a atender a todos , assim como eu, doente precisando desta sua decisão e urgentre…… ´ QUE DEUS O ABENÇOE

    • Muito Obrigado. Com relação ao seu caso, a CBPMERJ acumulou diversas dívidas após más administrações anteriores à atual gestão. Contudo, o Presidente Chavarry tem trabalhado diariamente e o pagamento está sendo realizado considerando a data de entrada do processo, do mais antigo para o mais recente. Existiam processos em aberto desde 2002, todavia, já foram quitados cerca de 13 milhões em benefícios nos últimos seis anos, atendendo a mais de 10mil vidas que aguardavam na fila

  2. Parabéns a toda diretoria pelo sucesso na eleição realizada no último dia 15 e em especial ao Presidente Pedro Chavarry e seu Vice Robson Paulo e que DEUS os ilumine com sabedoria, transparência e justiça e que atenda também nesses próximos 03 anos as necessidades dos associados do interior com os mesmos benefícios concedidos aos do Rio e Grande Rio.
    Atenciosamente.
    .Salvador Pessanha.

    • Caro coronel Pedro Chavarry.
      Primeiramente gostaria de lhe parabenizar pela grande vitória na eleição. Tenho certeza que a CBPMRJ estará em mãos de pessoas competentes que farão jus à confiança depositada pelos Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro.
      Após lhe felicitar pela conquista, gostaria de proferir algumas palavras, palavras estas que devem servir como crítica construtiva e não como algo pejorativo.
      Meu Pai, Nilo das Dores, faleceu em Fevereiro do ano de 2014, aos seus 76 anos de idade, tendo contribuido com este órgão por mais de 30 anos ININTERRUPTOS. Meu pai resolveu confiar nesta instituição a qual o Sr. acaba de ser eleito, para que após sua morte, seus dependentes pudessem usufruir dos valores dos quais esta instituição se prontificou a pagar. Tenho um irmão deficiente mental e uma mãe deficiente física e visual, meu pai sabia das limitações de seus famíliares, e desejava deixar para sua família de pessoas especiais, um valor que os pudesse deixar bem após sua partida.
      Passados quase 2 (dois) anos desde sua morte, a CBPMRJ não pagou sequer um centavo, bem como não se deu o trabalho de alegar qualquer motivo plausível para a recusa no pagamento.
      Gostaria que o Sr. pudesse olhar com atenção para as necessidades de seus associados que necessitam dos valores a que FAZEM JUS, sendo minha mãe e meu irmão algumas destas pobres pessoas.

      Grato,
      Nilo Cesar Carioca das Dores.

      PS: Não apaguem meu comentário. Uma instituição que se preze, não vive somente de elogios, mas também de críticas.

      • Olá, Senhor Nilo. Notamos os seus questionamentos e saiba que tudo está sendo levado até o Presidente Pedro chavarry. Entre em contato com a nossa ouvidoria para esclarecimentos. Disponibilizamos esse canal em nosso site. Atendimento – Ouvidoria. Obrigado.

  3. Caro coronel Pedro Chavarry.
    Primeiramente gostaria de lhe felicitar pela sua vitória. A CBPMRJ certamente estará em boas mãos, pois o Sr. e sua excelente equipe cuidarão bem da grande responsabilidade que muitos Policiais Militares colocaram em suas mãos.
    Gostaria de agora, após lhe parabenizar, de proferir algumas palavras e que o Sr. possa as receber não de forma pejorativa, mas como uma crítica de alguém que lhe deseja toda a sorte do mundo ao senhor, e ao órgão que lhe foi confiado. Meu pai, Nilo das Dores, falecido em fevereiro de 2014, policial militar reformado desde o ano de 1990, tendo ingressado na corporação em 1965, sendo certo que contribuiu por mais de 30 anos com o presente órgão, nos deixou com a esperança de que a CBPMRJ, após seu falecimento, pagaria aos seus dependentes o valor descontado ao longo dos já mencionados 30 anos. Meu pai, confiou na reputação deste órgão e de seus representantes, afim de que pudesse deixar sua família confortável após sua morte. Tenho um irmão deficiente mental, uma mãe deficiente física e visual, meu pai sabia das limitações dos membros de sua família e resolveu que deveria deixar algo para os mesmos após sua partida. Ocorre que, já se vão mais de 2 anos desde seu falecimento e minha mãe deficiente, assim como meu irmão, também deficiente, dependentes diretos de meu pai, não receberam nenhum centavo, bem como não receberão se quer uma explicação plausível sobre o motivo da demora no pagamento.
    Escrevi estas palavras pois sei que o Sr. é competente e conseguirá resolver as pendências deste órgão. Espero que o Sr. possa olhar com carinho para minha mãe e meu irmão, e que possa ajudá-los neste momento difícil.
    Grato,
    Nilo Cesar Carioca Das Dores.

    • Olá, entre em contato com a nossa ouvidoria para esclarecimentos. Disponibilizamos esse canal em nosso site. Atendimento – Ouvidoria. Obrigado.

Deixe sua resposta


NossasLojas

Almirante Barroso

Av. Almirante Barroso 63, sl. 304
Centro - Rio de Janeiro - RJ

Pedro I

Rua Pedro I, 16
Pça. Tiradentes - Rio de Janeiro - RJ

Endereço

Rua Pedro I, 16 - Pça. Tiradentes
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20.060-050


Assistência Funeral
0800 282 1523 (24 horas)

Canais de Atendimento
(21) 2117-2000
(21) 2117-2000 op.5 (pousadas)
(21) 986 691 703 (pousadas)
ouvidoria@cbpmerj.com.br

Somente como associado da CBPMERJ, poderá vincular-se aos demais planos, em caso de pedido de exclusão do quadro de associados, os outros planos ficam automaticamente cancelados.

A contagem da carência só é confirmada pelo pagamento que corresponde a primeira mensalidade.


Política
de Privacidade

REDES SOCIAIS